Prefeitura de Petrópolis encerra contrato com Viação Cascatinha

27
Foto: Divulgação
Publicidade

A Prefeitura de Petrópolis, no Rio de Janeiro, tomou uma medida drástica ao decretar a caducidade e a anulação do contrato com a Viação Cascatinha, proibindo-a de operar na cidade a partir de quinta-feira, 16 de maio de 2024. Aqui estão os detalhes dessa decisão e suas consequências:

Motivos da decisão:

  • A caducidade do contrato foi decretada devido à inviabilidade operacional da empresa, evidenciada pelos altos índices de acidentes e veículos quebrados.
  • A Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) registrou numerosas infrações por parte da empresa, incluindo falta de manutenção adequada dos veículos.

Redistribuição das linhas:

  • Um novo processo licitatório será conduzido para redistribuir as linhas operadas pela Viação Cascatinha. Enquanto isso, outras empresas assumirão temporariamente essas rotas.
  • A Cidade das Hortênsias assumirá as linhas da Estrada da Saudade, incluindo a implantação de um sistema de integração com cartão Riocard e a criação de uma nova linha.
  • As linhas do Quarteirão Brasileiro e Retiro serão atendidas pela Turp.

Impacto nos trabalhadores:

Publicidade
  • Os funcionários que prestam serviço para a Viação Cascatinha terão seus direitos trabalhistas garantidos pelas novas empresas contratadas, incluindo fundo de garantia e depósitos imediatos.

Mudanças nas linhas de ônibus:

  • Houve uma renumeração das linhas de ônibus para refletir as mudanças operacionais. Novas linhas foram criadas e outras foram renomeadas para se adequar à nova organização do sistema de transporte.

MOBILIDADE RIO

Siga o Mobilidade Rio no Twitter e fique informado sobre a mobilidade urbana do Rio de Janeiro e Região Metropolitana.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui