Obras da Estação Gávea do Metrô devem ser retomadas após 10 anos de paralisação

204
estação Gávea
Obras da futura estação Gávea abandonadas (Foto: Reprodução)
Publicidade

Após quase uma década de paralisação, as obras de construção da estação Gávea do metrô devem finalmente ser retomadas. Um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) está prestes a ser assinado, trazendo um acordo entre o governo do estado, o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), o Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ) e as concessionárias envolvidas. A notícia foi compartilhada com representantes da Associação de Moradores e Amigos da Gávea (Ama-Gávea) pelo chefe de gabinete da Secretaria Estadual de Transportes e Mobilidade Urbana, Rogério Sacchi, e confirmada pelo secretário Washington Reis.

Segundo as informações, o TAC será assinado até 1º de maio, conforme garantido por Sacchi durante a conversa com a Ama-Gávea. No entanto, Reis expressou o desejo de encurtar esse prazo e, na segunda-feira, reuniu-se com o presidente do TCE, Rodrigo Melo do Nascimento, para resolver possíveis pendências.

O pré-acordo fechado pelo governo do estado com as concessionárias das linhas 1, 2 e 4 estabelece que o MetrôRio será responsável por custear os gastos para finalizar as obras, até o limite de R$ 600 milhões. Em contrapartida, a concessão será unificada e estendida por mais dez anos, indo até 2048. Caso o investimento ultrapasse os R$ 600 milhões, o estado assumirá os custos adicionais. O consórcio Rio Barra/CRB será encarregado da execução das obras, paralisadas desde 2015.

Além disso, há a intenção de reduzir a tarifa do modal em R$ 0,40, conforme proposta apresentada pelo MetrôRio ao estado no ano anterior. Porém, o secretário de Transportes enfatizou que este é um assunto separado e não confirmou detalhes sobre o TAC em andamento.

Publicidade

A retomada das obras da estação Gávea, aguardada há tanto tempo, traz esperança para a comunidade local. A remoção do “tatuzão” e a execução do Estudo de Impacto de Vizinhança são passos necessários antes do início efetivo dos trabalhos, que devem durar entre 25 e 26 meses.

Apesar do impasse prolongado, a perspectiva de finalmente ver a obra concluída traz otimismo. O TCE-RJ e o MPRJ, ambos envolvidos no processo, confirmaram a existência do TAC, sem fornecer mais detalhes por enquanto.

Este avanço marca uma nova fase para as obras da estação Gávea, que enfrentaram desafios e atrasos ao longo dos anos. Com a retomada dos trabalhos, espera-se que a comunidade possa em breve usufruir dos benefícios dessa importante infraestrutura de transporte.

MOBILIDADE RIO

Siga o Mobilidade Rio no Twitter e fique informado sobre a mobilidade urbana do Rio de Janeiro e Região Metropolitana.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui