Morro da Pedreira em Icaraí pode se tornar a 13ª Unidade de Conservação de Niterói  

162
Publicidade

A Prefeitura de Niterói, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade, realiza nesta quinta-feira (21) uma audiência pública para discutir a criação de uma Unidade de Conservação em um dos bairros mais populosos e com maior densidade demográfica da cidade: Icaraí. A administração municipal quer ouvir dos moradores sobre a possibilidade de transformar o Morro da Pedreira em uma área protegida. A consulta acontecerá a partir das 18 horas, no Clube Central, localizado na Avenida Jornalista Alberto Francisco Torres.  

Nem todos conhecem o Morro da Pedreira, no bairro de Icaraí, mas este pequeno pedaço de área verde está integrado ao cotidiano dos moradores, localizado entre as ruas Tavares de Macedo, Paulo Gustavo, Mariz e Barros e Gavião Peixoto. O local tem cerca de 3 hectares e pode se tornar a 13ª Unidade de Conservação da cidade.

“O Morro da Pedreira é um elemento geológico que fica num bairro tradicional e nem sempre lhe é dada a devida importância, mas é um espaço de abrigo para fauna e funciona como uma espécie de regulação climática. A reciclagem de nutrientes e estoques de carbono são serviços ecossistêmicos que beneficiam a vida humana, e por si só já justificam a sua proteção”, explica Maria Carolina Campos, engenheira ambiental da Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade de Niterói.

Com cerca de 500 mil habitantes, Niterói conta atualmente com cerca de 56% do seu território composto por Unidades de Conservação e áreas ambientalmente protegidas. O Programa Niterói Mais Verde criou 22,5 milhões de metros quadrados de áreas protegidas no município, divididas em mosaicos. Um deles é o Parnit, que une a Zona Sul, Região Oceânica e a Baía de Guanabara.

Publicidade

MOBILIDADE RIO

Siga o Mobilidade Rio no Twitter e fique informado sobre a mobilidade urbana do Rio de Janeiro e Região Metropolitana.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui