CCR Barcas propõe medida de racionamento de horários

A concessionária CCR Barcas encaminhou uma proposta ao governo estadual para limitar o horário de funcionamento a partir de segunda-feira, 27 de janeiro.

De acordo com o documento, se a proposta for aceita, o serviço será prestado até 10 de março, caso contrário, pode ser interrompido no próximo dia 3 de março.

O secretário estadual de Transportes, Washington Reis, afirmou que não aceitará a proposta de redução de horários.

O Ministério Público do Estado do Rio (MPRJ) considera o acordo feito entre a concessionária e o governo ilegal e investiga uma suposta vantagem financeira da concessionária.

O MP contesta o pagamento de R$ 750 milhões à concessionária para que seja feita uma nova licitação.

A proposta de racionamento inclui alterações nos horários da linha Rio-Niterói, sem operação nas linhas Rio-Charitas e Rio-CCT, alterações nos últimos horários da Linha Rio-PQT e sem alterações na Divisão Sul.

Deixe um comentário