Traficantes no Rio de Janeiro extorquem motoristas de aplicativos com apps clandestinos

166
Uber Aplicativo

Foto de Priscilla Du Preez por Unsplash

Publicidade

Motoristas de aplicativo na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro, estão sendo coagidos a se cadastrarem em um aplicativo clandestino e pagar uma taxa mensal de R$ 400 a traficantes locais para poderem continuar trabalhando na região.

A exigência partiu dos traficantes da favela do Guarabu. Situações semelhantes já ocorrem na Zona Oeste da cidade, onde áreas dominadas pelo crime organizado possuem seus próprios aplicativos.

Na região da Muzema, do Itanhangá, de Rio das Pedras e da Gardênia, onde a disputa entre milícia e tráfico é acirrada, cerca de 200 mil moradores estão sujeitos a essas imposições. A polícia ainda não foi acionada para lidar com as ocorrências.

MOBILIDADE RIO

Siga o Mobilidade Rio no Twitter e fique informado sobre a mobilidade urbana do Rio de Janeiro e Região Metropolitana.

Publicidade
Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui