Prefeitura de São Pedro da Aldeia desqualifica V7BUS e apresenta alternativa emergencial para transporte coletivo

67
São Pedro da Aldeia
Foto: Patrick Moyses Proença

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia desqualificou, durante o fim de semana, a empresa V7BUS, que prestaria o serviço de transporte coletivo na cidade a partir desta segunda-feira (09/05). No fim da tarde de domingo (08/05), representantes do Governo Municipal estiveram na empresa para uma fiscalização de rotina, antes do início da operação. Apesar de ter apresentado todos os documentos necessários, inclusive quanto à comprovação de frota, e ser qualificada durante a semana passada, foi constatado, nesta vistoria, que não havia número suficiente de veículos para a prestação do serviço. A partir desta fiscalização, ficou decidido que a V7BUS não estaria apta a atender a demanda da ata do Chamamento Público e, por isso, a Prefeitura não autorizou o início da operação.

A previsão é de que a Prefeitura elabore uma nova concessão e, durante esse período, dê início ao processo de licitação para definir a empresa que irá prestar o serviço de forma definitiva. Até lá, a população voltará a ser atendida pela Viação São Pedro. O serviço será retomado na terça-feira (10/05), com as linhas e itinerários já conhecidos pela população.

Em coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira (09/05), o prefeito Fábio do Pastel falou sobre a decisão. “Estamos, hoje, tomando esse rumo emergencial, porque a nossa preocupação é de realmente não deixar o munícipe, todas as pessoas que dependem do transporte público, sem o serviço. Tenho certeza que conseguiremos organizar essa situação da melhor forma possível para atender a população com a qualidade que o aldeense merece”, afirmou.

Os esforços do Governo Municipal em busca de uma alternativa emergencial, que mantivesse a continuidade do serviço e atendesse a população com a qualidade necessária, começaram já no domingo (08/05). Na manhã desta segunda (09/05), o secretário de Governo, Luiz Fernando Gomes Júnior, e o procurador-geral do Município, Peter Samerson, estiveram na sede da Viação São Pedro, em Cabo Frio, para tentar um novo acordo. Prefeitura e empresa entraram em consenso para que a Viação São Pedro continue prestando o serviço de forma emergencial, por cerca de 60/90 dias, até que uma solução definitiva seja encontrada.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui