BRT Rio teve alta de 189% em furtos de itens em abril em comparação ao mesmo período de 2019

280
Vandalismo no BRT
Foto: Divulgação/BRT Rio

O número de casos de furto de equipamentos em estações do BRT Rio disparou nos meses de março e abril. A empresa fez um balanço em que comparou a quantidade de casos de furto e dano ao patrimônio que aconteceram nos meses de março e abril deste ano com o mesmo período em 2019.

Os casos de furto em março aumentaram 28% e 189% em abril. Já as ocorrências de dano ao patrimônio subiram 12,5% em março e 20% em abril.

Ao todo, 84 estações do BRT Rio foram furtadas ou vandalizadas nos últimos dois meses. O número de ocorrências chegou a 160. A maior parte destas ações criminosas aconteceu no Corredor Transcarioca. Somente neste trecho foram 87 ocorrências. Já nos corredores Transoeste foram 48 e no Transolímpica foram 25.

Muitas vezes, os criminosos agem em uma mesma estação praticando furto de cabos elétricos, perfis de alumínio, bebedouros e fitas de LED, além de vandalizarem a estrutura do local.

Lembramos que os passageiros são os mais prejudicados por ações criminosas como essa, pois quando equipamentos essenciais de uma estação são furtados ou danificados, ela deve ser fechada para que seja feita a manutenção necessária.

Desde fevereiro, policiais militares do Programa Estadual de Integração de Segurança patrulham estações e terminais do BRT Rio. Nos meses de março e abril foram efetuadas 20 prisões. O convênio do BRT Rio com o Programa Estadual de Integração de Segurança tem duração de um ano e pode ser renovado após esse prazo.

“Ressaltamos que a segurança nas estações é atribuição do poder público, conforme estabelece a legislação e previsto no contrato e na lei de concessão. As ações dos controladores de estação são de caráter de orientação aos passageiros para as operações do sistema. Ou seja, eles não têm poder de polícia. Coibir transgressões, delitos e crimes de qualquer natureza é atribuição das forças policiais”, informa a empresa.

Mobilidade Rio

Siga o Mobilidade Rio no Twitter e fique informado sobre a mobilidade urbana do Rio de Janeiro e Região Metropolitana.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui