União pode discutir participação minoritária no trem-bala entre Rio e São Paulo

286
Foto: Reprodução
Publicidade

O Governo Federal pode discutir uma participação no projeto do trem-bala, entre o Rio de Janeiro e São Paulo. A informação é do ministro dos Transportes, Renan Filho, durante entrevista para o “Valor Econômico”.

Segundo o ministro, essa participação pode ocorrer de forma minoritária em um eventual projeto.

A linha de trem entre São Paulo e Rio Janeiro voltou a ser discutida após o interesse de um grupo privado no projeto.

A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) aprovou em fevereiro deste ano, a celebração do Contrato de Adesão, por meio de autorização, para a construção e exploração da ferrovia entre São Paulo e Rio de Janeiro, pelo prazo de 99 anos.

Publicidade

Na época, a interessa no projeto foi a empresa particular TAV Brasil Empresa Brasileira de Trens de Alta Velocidade SPE Ltda. Para sair do papel, o projeto precisa da disposição do setor privado em bancar a obra.

O projeto preciso de cerca de R$ 50 bilhões em investimentos para sair do papel.

O ministro Renan Filho disse que caso o investidor não consiga o valor de R$ 50 bilhões, mas sim de R$ 40 bilhões, a União poderia pensar em entrar com o valor restante.

MOBILIDADE RIO

Siga o Mobilidade Rio no Twitter e fique informado sobre a mobilidade urbana do Rio de Janeiro e Região Metropolitana.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui