Rio anuncia início das operações do Terminal Intermodal Gentileza

208
Prefeitura apresenta a logística do início das operações do TIG e da Transbrasil - Foto: Marcelo Alvarenga/Prefeitura do Rio
Publicidade

A Prefeitura do Rio de Janeiro informou nesta terça-feira (20) que a Avenida Brasil terá restrições para caminhões a partir de 16 de março. O anúncio ocorreu durante uma coletiva de imprensa sobre o início das operações do Terminal Intermodal Gentileza (TIG), programado para o próximo sábado (24).

Conforme o plano, a partir da mencionada data, caminhões não poderão circular nas duas pistas centrais da Avenida Brasil entre 04h e 22h (ver todas as restrições abaixo). A medida visa aprimorar o fluxo de tráfego na via, conforme explicou a Prefeitura.

O Terminal Intermodal Gentileza integrará diversos modais de transporte, incluindo o BRT Transbrasil (também iniciando as operações no sábado), 14 linhas de ônibus municipais e as linhas 1 e 4 do VLT. A expectativa é que mais de 150 mil pessoas utilizem o terminal diariamente.

Para implementar o projeto, haverá diversas alterações, como o realocamento de algumas linhas de ônibus, a desativação de alguns pontos e a introdução de um serviço de transporte entre o Terminal Intermodal Gentileza (TIG) e o Aeroporto Internacional do Galeão.

Publicidade

O VLT operará dentro do Terminal Gentileza, que será inaugurado no sábado. Anteriormente, a linha 4 tinha uma parada próxima à região, mas agora conectará o terminal à Praça XV.

As alterações no sistema de transportes da região portuária e da Avenida Brasil terão o seguinte cronograma:

Dia 23 de fevereiro – Inauguração do Terminal Gentileza

Dia 24 de fevereiro – Início da operação do VLT (TIG-SDU e TIG – Praça XV)
Inauguração do serviço TIG – GIG
Fase 1 SPPO (alterações em ônibus, 5 linhas)
Fase 1 da Transbrasil Penha – TIG (entre 12h e 14h)

Dia 16 de março – Fase 2 do SPPO (6 linhas)
Início da proibição de caminhões na Avenida Brasil

Dia 30 de março – Fase 2 da Transbrasil (Deodoro TIG)
Início da calha segregada do BRT
Táxi permitido na faixa seletiva

Restrições a caminhões na Brasil

Confira abaixo, os horários de restrições, que passam a vigorar em 16 de março:

Remanejamento de linhas

Foram anunciadas o remanejamento de linhas de ônibus que funcionarão a partir do Terminal Intermodal Gentileza. Pontos finais também serão desativados. Confira quais são:

Serviço Executivo para o Galeão

Previsto para começar a operar sábado, o BRT TransBrasil terá um serviço executivo para o aeroporto do Galeão de 6h às 0h. A tarifa custará R$15.

Operação do BRT Transbrasil

A fase inicial (1) da operação da Transbrasil, que começa neste sábado (24) e se estende até 30 de março, terá os ônibus articulados circulando no trecho entre o bairro da Penha e o Terminal Gentileza no horário das 12h às 14h, com intervalos de 10 minutos.

O tempo entre as viagens e tempo de percurso de 20 minutos. O preço da passagem (R$ 4,30) será o mesmo cobrado em todos os modais municipais.

Os ônibus saem da Penha, fazem paradas nas estações Ibiapina, Olaria, C. de Moraes e Santa Luzia, antes de entrarem na Transbrasil e seguirem direto, sem paradas, até o Terminal Gentileza.

Foram anunciadas as estações do BRT Transbrasil e mais detalhes do esquema de funcionamento. Confira abaixo:

Calha segregada e táxis na direita

A partir de 30 de março, o BRT Transbrasil começará a operar de Deodoro ao Terminal Gentileza, com horário mais ampliado, das 10h às 15h. Também nesta data será iniciada a operação da calha segregada do BRT. Isso significa que a faixa da esquerda da seletiva, exclusiva para BRTs, será limitada por segregadores.

Já a faixa da direita da seletiva poderá ser usada por ônibus, veículos de serviço e táxis. Elas serão limitadas com pintura, e funcionarão todos os dias da semana. Nos trechos junto às estações, para garantir segurança na ultrapassagem dos BRTs expressos, a faixa seletiva será segregada com tachões. Em trechos de calha singela, apenas ônibus e BRTs serão permitidos.Outra novidade anunciada será a implantação de um trecho com uma calha segregada para ônibus e VLTs. A restrição na faixa funcionará 24 horas, 7 dias por semana.

“Quando o BRT tiver a calha única, apenas ônibus e o BRT serão permitidos de acessar a calha. Mas no meio do corredor, entre o Margaridas e Caju, ele tem uma faixa dupla. Nesse trecho a faixa da esquerda é exclusiva para BRT. A faixa da direita será uma faixa seletiva para ônibus, carros de serviços e táxi”, explica a secretária de transportes, Maína Celidonio.

“As regras para os veículos trafegarem nessa faixa seletiva é: não pode nunca usar a faixa da esquerda, exclusiva para o BRT e nesse trecho haverá sinalização vertical e horizontal e a velocidade máxima será de 40 km/h”, acrescenta.

MOBILIDADE RIO

Siga o Mobilidade Rio no Twitter e fique informado sobre a mobilidade urbana do Rio de Janeiro e Região Metropolitana.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui