Restrição de voos no Aeroporto Santos Dumont ameaça levar Infraero a prejuízos financeiros

313
Santos Dumont Rio
Foto: Divulgação/Infraero
Publicidade

A restrição de voos no Aeroporto Santos Dumont pode levar a Infraero a enfrentar prejuízos financeiros. A informação foi levantada pela “CNN“.

Dados do Tribunal de Contas da União (TCU) e da própria Infraero indicam que a medida provavelmente resultará em números vermelhos para a estatal aeroportuária.

Antes responsável por 66 terminais, a Infraero ficou com a administração exclusiva do Santos Dumont após a concessão de outros aeroportos. Em 2022, o Santos Dumont teve um lucro operacional de R$ 218,7 milhões. A Infraero prevê uma perda de R$ 125 milhões por ano devido a uma redução de 2 milhões de passageiros no aeroporto.

No entanto, o TCU estima que o impacto nas receitas tarifárias da Infraero será de R$ 400 milhões anuais devido a uma redução de 5 milhões de passageiros por ano no Santos Dumont. Isso pode levar a estatal ao vermelho nos meses finais de 2023 e em 2024.

Publicidade

A redução de passageiros também pode levar a renegociações contratuais com lojas e restaurantes do aeroporto, resultando em custos adicionais para a Infraero. Atualmente, a Infraero administra 21 aeroportos regionais de pequeno porte, e a estatal nega que a perda de receitas no Santos Dumont afete esses aeroportos.

A Infraero está considerando a possibilidade de levar um pedido de “medida compensatória” à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), mas nenhum pedido formal foi protocolado até o momento.

MOBILIDADE RIO

Siga o Mobilidade Rio no Twitter e fique informado sobre a mobilidade urbana do Rio de Janeiro e Região Metropolitana.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui