Ônibus da capital carioca sofrem com vandalismo no Dia do Trabalhador

23
vandalismo rio
Foto: Divulgação
Publicidade

Mais de 30 ônibus, na cidade do Rio de Janeiro, foram vandalizados, durante o feriado do Dia do Trabalhador (1º de maio). Os atos ocorreram na saída das praias da Zona Sul da cidade. Nesta quinta-feira (2 de maio), cerca de 20 coletivos ainda estão fora de operação.

De acordo com o Rio Ônibus, o prejuízo é de cerca de R$ 200 mil. Em nota, o Sindicato afirmou que se trata de “um dano inestimável para a mobilidade urbana da cidade. A empresa pede à população e às autoridades de segurança pública que ajudem a conservar o patrimônio público que transporta 2,1 milhões de passageiros diariamente”.

As principais linhas afetadas foram: 474 Jacaré – Copacabana (via Túnel Santa Bárbara); 476 Méier – Leblon (via Túnel Rebouças); 457 Abolição – Copacabana (via Túnel Santa Bárbara); 483 Penha – General Osório (via expressa); e 485 Penha – General Osório (via Linha Vermelha/Túnel Santa Bárbara).

A Semove possui parceria com o Disque Denúncia e casos como esses podem ser denunciados através do telefone do órgão (21) 2253-1177, pelo 190 ou pelo aplicativo 190. As empresas podem utilizar o Safe (Sistema de Acompanhamento de Frota em Emergência), plataforma criada pela Semove, em parceria com entidades da área de segurança, para que as operadoras de ônibus do estado do Rio de Janeiro possam fazer o registro de assaltos, roubos, depredações e incêndios ocorridos dentro de seus coletivos ou nos pontos de embarque e desembarque, visando contribuir com o trabalho estratégico das forças de segurança pública.

Publicidade

MOBILIDADE RIO

Siga o Mobilidade Rio no Twitter e fique informado sobre a mobilidade urbana do Rio de Janeiro e Região Metropolitana.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui