Greve de ônibus em Petrópolis nesta quarta-feira, dia 06 de abril

562
Foto: Adriano Duarte/Ônibus Brasil
Publicidade

A cidade de Petrópolis, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, enfrentou uma greve de ônibus nesta quarta-feira, dia 06 de abril de 2022.

A greve estava proibida por determinação judicial até o dia 25 de abril, sob pena de multa diária de R$ 100 mil ao Sindicato dos Rodoviários, que disse ter recorrido e, por isso, manteve os ônibus parados nesta quarta-feira.

Os trabalhadores pedem reajuste salarial de 17%, cesta básica de R$ 700 e o fim da hora fracionada de almoço.

O Setranspetro, sindicato que reúne as empresas de ônibus diz lamentar a greve e que ofereceu contraproposta em negociações.

Publicidade

Confira a nota completa:

“O Setranspetro lamenta profundamente que a quarta proposta feita à categoria, de 10,54% de aumento nos salários e 10% de reajuste na cesta básica, entre outras condições de cláusulas sociais reivindicadas, sejam recusadas e que não haja sequência ao diálogo e ao processo negocial pela categoria dos rodoviários.

 Neste momento, a greve é ilegal, tendo em vista uma decisão liminar do Tribunal Regional do Trabalho, que impede tal movimento. Além de ser considerada uma medida antidemocrática, com todas as medidas e sanções cabíveis à categoria, a greve vai contra o diálogo traçado ao longo desta terça-feira (5) com o Governo Municipal, Câmara Municipal, Rodoviários e Empresários.

 O Setranspetro ainda ressalta que a greve, além de paralisar o sistema de transporte, vai resultar em prejuízos à economia da cidade, que já foi atingida pelas catástrofes naturais, com perdas irreparáveis ao comércio, indústria, profissionais dos serviços essenciais e até aos estudantes, que não conseguirão se deslocar às escolas.”

MOBILIDADE RIO

Siga o Mobilidade Rio no Twitter e fique informado sobre a mobilidade urbana do Rio de Janeiro e Região Metropolitana.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui