Faixas reversíveis serão reativadas de forma gradativa

201
Avenida Dom Hélder Câmara
Avenida Dom Hélder Câmara (Foto: Reprodução/Google Street View)

A Prefeitura do Rio, por meio da Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio e da Guarda Municipal, vem colocando em prática o planejamento específico de ações ligadas diretamente ao trânsito.

Isso ocorre em função da retomada gradativa das atividades econômicas na cidade e o consequente aumento da circulação de veículos e pedestres.

As medidas estão sendo executadas de forma gradual, associadas ao faseamento estabelecido e após aprovação do Comitê Estratégico para desenvolvimento, aprimoramento e acompanhamento do Plano de Retomada.

As faixas reversíveis serão reativadas de forma gradativa, respeitando critérios técnicos, na Fase 3 da retomada.

Os técnicos da Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio estão acompanhando as condições e o volume do tráfego nas principais vias cidade para identificar a necessidade de reativação de cada reversível.

Quando os dados levantados indicarem que a circulação de veículos está em 85% do que era observado antes das ações de isolamento, será programada a reativação das reversíveis, considerando-se 2 grupos diferenciados:

Reversíveis em vias onde não há cruzamentos, acessos de garagens ou fluxo de pedestres de forma significativa – poderão ser reativadas de forma imediata em função do volume de tráfego observado:

Linha Amarela: 6h às 9h
Elevado das Bandeiras (sentido São Conrado): 6h às 14h
Avenida Castelo Branco (Radial Oeste): 6h30 às 10h
Rua Professor Manuel de Abreu: 6h30 às 10h
Rua Teixeira Soares (Praça da Bandeira): 16h30 às 19h30
Rua Jardim Botânico: 17h às 20h

Reversíveis em vias com quantidade significativa de cruzamentos, garagens e travessias de pedestres – serão reativadas na segunda-feira subsequente após a confirmação dos indicadores de volume de tráfego.

Avenida Dom Hélder Câmara: 6h às 10h
Avenida Prefeito Mendes de Morais: 6h30 às 10h
Avenida Niemeyer: 6h30 às 10h30
Avenida Lúcio Costa (Barra – Recreio): 6h30 às 10h
Rua Visconde de Niterói: 6h30 às 10h
Orla da Zona Sul: 7h às 10h
Rua Humaitá: 17h às 19h

Tal diferenciação é entendida como necessária para que a implantação das reversíveis ocorra em total segurança, após ampla divulgação à população, especialmente aquelas onde há travessias de pedestres e cruzamentos, já que após mais de 3 meses sem funcionar é muito importante que tanto motoristas quanto pedestres recebam a informação com antecedência.

Além disso, para esses casos, as equipes operacionais estarão com mais agentes atuando para orientação dos usuários nos dias iniciais.

Mobilidade Rio

Siga o Mobilidade Rio no Twitter e fique informado sobre a mobilidade urbana do Rio de Janeiro e Região Metropolitana.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui