GOL obtém certificação especial para decolagens em condições de teto e visibilidade reduzidos no Aeroporto Santos Dumont

Com a certificação RNP-AR DP, Companhia passa a oferecer mais qualidade e previsibilidade para as operações no aeroporto central do Rio de Janeiro

219
avião da gol
Foto: Divulgação/Gol
Publicidade

A GOL informou que no dia 6 de fevereiro recebeu da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) a autorização final para realizar procedimentos especiais de decolagem por instrumentos RNP-AR DP no Aeroporto Santos Dumont.

O RNP-AR DP é um procedimento de decolagem de última geração, desenvolvido pelo DECEA (Departamento de Controle do Espaço Aéreo da Força Aérea Brasileira), que possibilita decolagens em Segurança, mesmo em condições meteorológicas restritivas de teto e visibilidade.

Tradicionalmente, as decolagens na localidade podem ocorrer apenas quando as condições meteorológicas apresentam o mínimo de 700 pés de teto (altura das nuvens) e 4000 metros de visibilidade. O RNP-AR DP, por sua vez, possibilita decolagens com teto zero, requerendo apenas 800 metros de visibilidade.

O processo de certificação da GOL iniciou em 2023, envolvendo GOL, ANAC, BOEING e ALTA (Associação Latino-Americana e do Caribe de Transporte Aéreo). Para a obtenção da certificação final, foram necessárias modificações em manuais e procedimentos operacionais, testes e demonstrações em simuladores de voo, treinamentos teóricos e práticos para pilotos, além de um período de validação e análise de dados obtidos em operações reais no aeroporto.

Publicidade

Vale destacar que os pilotos que operam no Santos Dumont passam por treinamentos específicos e que, até o final de maio, todos estarão qualificados para o novo procedimento.

Segundo André Cruz, COO da GOL, “com a certificação RNP-AR DP, oferecemos aos nossos Clientes ainda mais qualidade e previsibilidade no Santos Dumont e, consequentemente, em toda a malha aérea GOL. O novo procedimento evitará atrasos e cancelamentos por motivos meteorológicos, principalmente durante a temporada de inverno carioca, época propícia à ocorrência de nuvens baixas e formação de nevoeiros.”

MOBILIDADE RIO

Siga o Mobilidade Rio no Twitter e fique informado sobre a mobilidade urbana do Rio de Janeiro e Região Metropolitana.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui