30 estações do BRT Rio estão fechadas por furtos e atos de vandalismo

131
Rede Sarah
Foto: Divulgação/BRT Rio

Apuração feita pelo Diário do Transporte junto à concessionária BRT Rio dá conta que 30 estações da rede estão fechadas por atos de vandalismo e furtos de equipamentos.

Destas 30 estações, nove deixaram de operar por vandalismo durante a pandemia de coronavírus, são elas: Rede Sarah, Santa Luzia, Guaporé, Cardoso de Moraes, Olaria, Pedro Taques, Divina Providência, Outeiro Santo e Arroio Pavuna.

As demais estações que continuam fechadas, as ocorrências foram registradas ao longo dos últimos dois anos. No Corredor Transoeste, 20 estações estão fechadas e no Corredor Transcarioca, a estação Otaviano permanece fechada.

Além disso, desde março deste ano, 91 estações foram vandalizadas ou furtadas, incluindo estações que não chegaram fechar ou que já voltaram a operar.

Mobilidade Rio

Siga o Mobilidade Rio no Twitter e fique informado sobre a mobilidade urbana do Rio de Janeiro e Região Metropolitana.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui